SEO On Page

O que é SEO on page?

SEO on page é o conjunto de técnicas e estratégias realizadas dentro de um blog/site para deixá-lo mais fácil de ser reconhecido pelos mecanismos de busca.

Você viu no afiliados Brasil, o que é SEO e porque é importante trabalhar bem os requisitos básicos para que seus sites sempre estejam bem ranqueados.

Agora é a hora de conhecer os principais elementos internos que fazem com que seus artigos e páginas sejam encontrados pelo Google e possam ser exibidos quando alguém faz uma pesquisa.

Principais fatores do SEO on page

Abaixo coloquei alguns fatores (os mais importantes) para serem trabalhados dentro do site/blog. Prestando atenção nesses itens, com certeza seus artigos terão muito mais chances de aparecerem bem ranqueados para o resultado de pesquisas no Google.

1 – Tempo de carregamento

Você não pode ter uma página que demore muito para carregar. Isso irrita os usuários que acabam saindo antes dela abrir, o que não é bem visto aos olhos do Google. Procure instalar apenas os plugins essenciais, incluindo um smash para imagens (que diminuem o tamanho delas internamente), e também um para cache, que ajuda otimizar o tempo de carregamento da página.

2 – Cabeçalhos no texto

Procure sempre usar as headings H2, H3, H4 e assim por diante, nos seus textos. Isso proporciona ao leitor uma experiência boa de leitura, e faz com que ele permaneça na sua página e leia o texto até o final. O Google faz essa medição e quando mais uma pessoa ficar dentro do seu blog, maiores as chances de aparecer no resultado das buscas de marketing de afiliados.

Marketing Digital

3 – Palavra-chave principal

Sempre coloque uma palavra chave principal dentro do seu texto, é através dela que o Google entenderá se o seu texto atende, ou não, uma determinada busca. Todo blog precisa ter uma pesquisa de palavras chave amplas, referente ao nicho e aos assuntos que serão mencionados no site. O indicado é usar entre 1 e 1,5% de palavras chave dentro do texto. Assim, um artigo com mil palavras pode ter até, no máximo, 15 vezes a palavra chave dentro dele. Não exagere para não caracterizar superotimização e também para seu texto não ficar robotizado.

4 – Palavras-chave secundárias

Os robôs do Google estão sempre em atualização, e na última que foi feita, demonstrou-se que eles conseguem encontrar os assuntos por semelhança de texto (palavras com semântica parecida). Além de também usar esses termos, é importante colocar palavras-chave secundárias dentro do texto (quando for possível), isso melhora as chances de ranqueamento também.

Christian shop

Website: